Publicado por: anamariamodesto | julho 7, 2009

Michael “Quem é como Deus?”

Observando a tudo que tem acontecido desde a morte de Michael Jackson e assistindo hoje o funeral, vi como ele foi idolatrado após a sua morte. Conversando com um grande amigo meu Pastor Maurício de Santos-SP, ele me contou que o nome de Michael significa “Quem é como Deus”, ele falou do antagonismo entre o significado e o acontecido com Michael em toda sua vida, no qual ele não exaltou-O pelo dom que ele lhe deu, e nem o reconheceu como seu salvador e senhor único.

Pensando nisto lembrei-me como muitas vezes , esquecemos de agradecer a Deus e exaltá-lo pelo que ele nos tem feito. Idolatrando homens ou coisas  e esquecendo de quem é digno de glória, por ter nos criado, nos abençoado, nos chamado e nos feito ovelhas do seu pasto e preparado um reino eterno de paz e alegria ,quando fecharmos os nossos olhos de uma vez para sempre.

A fama e fortuna que Michael alcançou tiraram dele a visão da perfeição das obras do Senhor. A natureza que é tão bela, paramos de observar pela agitada vida que levamos. Nós somos obra das mãos do Pai de amor, que nos fez a sua imagem para que o adoremos, mas quando vêm as lutas ou perseguições, esquecemos de adorá-lo passamos a só pedir e não contemplar o que ele já tem nos feito.

Josafá e Josué foram usados por Deus para nos dar uma lição preciosa, de que para vencermos a luta é necessário louvá-lo pelo que ele é, pois a vitória já nos foi garantida . Jesus é a maior prova de que não há outro como o Pai, que num gesto de perfeito amor deu-nos o seu filho para resgatar a comunicação e a proximidade perdida ,gerada pelo pecado.

Querido Leitor, quero te convidar a gastar um minuto do seu tempo para adorar a Deus pelas maravilhas que ele tem feito em sua vida e pelas lutas que você tem passado porque é através delas que você pode conhece-lO melhor. E mais um conselho eu te dou, busque-O pelo que ele é ,enquanto você pode achá-lo, pois a sua vinda está próxima, e Ele procura adoradores verdadeiros, não pedintes.

Encerro este post dando glórias ao Pai pelo que ele tem feito em mim e por mim, também dizendo que não há outro como ele e deixo uma pergunta: Quando vier o filho do homem ,achará fé na terra?

Fiquem na paz.

Anúncios

Responses

  1. Muito bom!
    A verdade é que o MJ passou a vida toda olhando só para si…como diria um amigo meu, buscou a somente sua própria felicidade, mas não procurou aquele que poderia fazê-lo feliz.

    Verdadeiramente, a felicidade só se encontra no amor de Deus, manifestado por Jesus e Seu sacrifício.

    MJ foi um artista incrível, dançarino habilidoso, músico espetacular, empresário perspicaz – mas faltou o principal ingrediente dessa vida, Jesus.

    Devemos retirar de todo o legado de Michael Jakcson tudo o que podemos deixar de bom, inclusive as músicas, danças e perspicácia – mas vamos lembrar sempre daquilo que ele esqueceu.

  2. gostei muito do post, não havai parado para pensar no significado do nome dele….

    Deus abençoe grandemente

  3. Belo texto querida! Um dos poucos colocando o episodio em perspectiva de Deus… Pois o que tem de crente postando adulções ao MJ não está no gibi!

    A PAz e o Bem!

    Danilo

    http://genizah-virtual.blogspot.com/

  4. Bem colocado. Também vejo Michael como um ser humano como muitos hoje, sofrendo do novo mal do século, a depressão e claro: opressão do iníquo.
    Um dom maravilhoso desperdiçado por uma maldição aflorada em sua infância conturbada que lhe disciplinou e o transtornou.

  5. Não leve isso pro lado pessoal, mas queh eh vc, seu pastor, ou mesmo eu… Quem somos nós pra julgar a fé de MJ? Que somos nós pra dizer que ele não aceitou a Deus como Senhor e Salvador? MJ não era perfeito e tinha milhões de defeitos assim como eu e você temos. A única diferença é que não temos esses defeitos expostos na mídia constantemente. Mas somos todos iguais a ele, embora (infelizmente) alguns cristãos teimem em pensar que são melhores que os outros e possuem super poderes que os eximem de serem carnais como todos os outros reles mortais.

    Também discordo qdo vc diz que MJ não exaltou a Deus. Aliás… ele sempre fez isso através da música, do seu talento. Talvez as pessoas não vejam pelo lado que precisam ver. Optam por ver apenas os defeitos, pois se sentem no direito de julgar. Sinceramente não sei quem lhes deu este título de juiz. Eu não fui e acredito que Deus também não.

  6. Bom, eu não arriscaria dizer que ele não O adorou. Sabemos que o Pastor Jesse Jacksom era bem chegado do Michael e da família; também não sei se era por amor as ovelhas e por autopromoção dele por ser um pastor da “família Jacksom”. Mas creio que ele tenha feito o convite para o Michael Jacksom aceitar a Cristo como Salvador. Até mesmo pelo seu espírito sempre juvenil, acredito que ele tenha feito!

    Mas a questão que fica, e continua sendo a mesma para todos aqueles que ainda não o fizeram, é que Deus deve ser colocado em primeiro lugar em nossas vidas. Se você colocar Deus em primeiro lugar, todas as demais coisas serão acrescentadas – Isso é promessa de Deus!

    Se o Michael Jacksom aceitou a Jesus como seu único e eterno Salvador através do reverendo Jesse Jacksom, amém! Ele já está dando seus passinhos de Moonwalker lá no céu. Hehehe…

    Mas se não… infelizmente não podemos fazer nada. Espero, sinceramente, que o Pastor Jesse Jacksom tenha cumprido sua missão. Porque tudo se resume a João 3:16 “porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. E a parte a do versículo 18 é o resultado para quem não aceitá-lo: “Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus”.

    A vida nos ofereçe dois caminhos… e aí? Qual vai escolher?

    Ótimo texto Ana! Espero que muitos leiam e vejam que a morte é o fim de todas as coisas. Só quem tem Deus no coração não tem motivos para temer a morte.

  7. Oi Ana,

    Não sabia que o nome Michael tinha este significado. A vida é mesmo cheia de paradoxos!

    Na última semana não se falou em outra coisa, senão na morte de Michael Jackson, e milhares de fãs se reuniram para prestar-lhe a última homenagem. Porém, feito isso, cada um se retirará para o seu lugar e o Pop Star ficará só, abandonado em uma tumba fria. Ninguém vai querer levar o morto pra casa: Mortos cheiram mal, são feios, desprezíveis…

    Dou graças ao Deus que me amou e me deu a oportunidade de conhecê-lo quando eu ainda estava morto (Ef 2.1), desfigurado pelo pecado, apodrecendo em meu egoísmo.

    Jamais entenderei o mistério da graça: Um Deus que dá o que ele tem de melhor para comprar um defunto putrefato!

    Ah… como eu amo este Deus! Um ótimo amante, mas péssimo negociante =)

    Abraço fraterno,

    Leonardo Gonçalves
    http://www.pulpitocristao.com

  8. Eu não afirmo quem vai ser ou foi salvo, seria ingenuidade de minha parte, mas para alcançar salvação temos um padrão a ser seguido!

  9. Oi Ana!

    Como é bom estar perto mesmo morando longe de pessoas inteligentes, quando você me falou que tava escrevendo algo, não imaginava que fosse sobre morte física, ainda mais no contexto em que estamos vivemos, Onde arma-se um mega espetáculo em torno da morte uma pessoa pública e notória como Michael Jackson, o interessante de tudo isso são as pessoas idolatrando seu ídolo elevando um simples mortal ao patamar não bem sei bem de quer. O importante nesse seu comentário é a afirmação que você faz que o viver pra Cristo é o nosso passaporte para a eternidade, se Michael Jackson foi ou não convertido isso não sabemos se,i sim, que de Cristo ele ouviu sim falar em relação a disser que ele expressava sua gratidão a Deus por meio de dança ou música ledo engano, nunca vi nada de adoração ao nosso Pai nas cancãs e músicas de Michael Jackson, o sinto em relação a ele é que temos sim que orar muito por ele e esperar o dia do julgamento final. Concordo com o irmão Leonardo que diz que temos um padrão a ser seguido acho eu que ele não seguia esse padrão.

    Que Deus continue nos abençoado e te dando muita sabedoria.

  10. Aninha, muto bom o Post ^^! É a segunda vez que eu o leio =)! Que o Senhor continue te abençoando irmãzinha ^^
    Bjos

    No amor de Cristo,
    Servo de Jesus Cristo o Rei dos Reis
    http://www.ojovemcristao.com

  11. Bem legal! Gostei muito mesmo do blog!!!!!!!
    Deus permaneça te abençoeando muito! escreva mais!

    Márcio de Souza

  12. Querida amiga!
    Esse seu post me deixava tb bastante refletir chegando como alguns outros leitores tb a conclusões parcialmente afirmativas e outras discordantes.
    E pra não esquecer respondendo sua pergunta final: ao meu ver, o filho do homem quando vier vai achar muita fé sim, embora tb muita descrença e idolatria – nem vai ser tão diferente do q nos dias de hoje q a crise mundial incentiva parte das pessoas a refletir mais sobre as questões da fé enquanto outra parte diante de fatos como esse q muitos daqueles q provocavam a crise, banqueiros, gerentes de grandes empresas, políticos, apesar de todos erros e prejuízos feitos ainda continuam exigindo e recebendo bônus q muita gente ardua e honestamente trabalhando não ganha em dez anos, acham q agora tb teriam direito a viver somente pelo seu egoismo.
    Concordo com os depoimentos de Leone e do Pr. Claybom q por falta de oportunidade de ter conhecido MJ pessoalmente, somente sabendo dele pela mídia, não podemos nem devemos ser juízes qto à fé ou não dele. Só o Senhor tem a capacidade de ler no coração de cada um o qto é q tem fé ou não.
    Só lembro da nossa amiga cantora q tem gente desconfiando do fé dela pelo fato de ser cantora da noite, de ter lançado somente músicas seculares e de tê-las apresentado vez e outra até de minissaia – mas quem a conhece pessoalmente sabe o qto ela leva sua fé a sério, q tem pouca gente se preocupando tanto c os outros orando por eles, dando apoio pessoal e espiritual como ela. Mas ela se recusa a julgar os outros reconhecendo mesmo não ser uma pessoa sem erros, sem pecados, e assim igual todos nós – eu tb sou pecador, já errei bastante… Então, quem de nós arrisca jogar a primeira pedra, sendo q vivemos em uma casa de vidro…?
    E para o Wellington: nas letras de “Heal the World” tem entre outros essas linhas:
    “Then Why Do We Keep Strangling Life
    Wound This Earth, Crucify Its Soul
    Though It’s Plain To See
    This World Is Heavenly
    Be God’s Glow”
    (Então pq continuamos estrangulando a vida
    Machucando a terra, crucificando sua alma
    Apesar de ser fácil de ver
    Esse mundo é divino
    Seja o brilho de Deus)
    Obrigado, Ana, por esse post, a variedade das respostas c opiniões bem divergentes mostra a necessidade de tais reflexões!
    Sejam todos abençoados com a Paz do Senhor!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: